Skip to content

O Dentista Entrevista: Debora Lemos

13/08/2010

Um drama relativamente comum nas faculdades de Odontologia: Não passei pra medicina, estou aqui! Para alguns alunos que optam pela nossa profissão (não a maioria, felizmente) a Odontologia era uma segunda opção. Porém o que se percebe é que, em geral, essas mesmas pessoas acabam se encontrando de alguma maneira dentro da Odontologia e desistem de mudar de curso.

tab Estréio a mais nova categoria deste blog, o Dentista Entrevista (rissooooss) fazendo perguntas pra uma aluna de Odontologia que passou por essa situação, mas hoje se diz decidida e certa do que escolheu!

Debora Lemos tem 23 anos e acaba de completar o curso de Odontologia da Universidade Federal Fluminense. Era da minha turma (uhuuuulll :D) e uma pessoa maravilhosa, dedicada e inteligente. Agradeço a Débora por ter respondido minhas perguntinhas! #amigoMALAdetected

dV – Quanto tempo tentou vestibular? Chegou a tentar apenas medicina ou tentava os dois ao mesmo tempo?

Debora: Na verdade fiz vestibular duas vezes mas apenas para o curso de Odontologia. Sempre pensei em fazer Medicina mas tinha medo de não passar, por isso não tentei.

dV – Por que escolheu Odontologia como substituta da Medicina?

Debora: Diante das opções dentro dos cursos da área biomédica, a Odonto era o que mais se assemelhava ao que eu queria.

dV – Em algum momento do curso pensou em deixar a faculdade?

Debora: Sim. Durante o ciclo básico ainda não havíamos tido muito contato com a Odontologia. Nesse período pensei muito sobre trancar a minha matrícula, e cheguei a procurar um curso pré-vestibular pra me inscrever e estudar para medicina. Porém não o fiz, após conversar bastante com minha mãe e reconsiderar o assunto.

dV – Como foi o apoio dos pais ou família com relação a essas dúvidas?

Debora: Não gostaram muito da idéia de eu abandonar a faculdade.. Já que havia começado o curso, preferiam que eu terminasse o curso para só depois pensar em seguir a profissão ou optar por outra carreira. Me apoiariam no que eu decidisse, mas não esconderam suas opiniões. Acabei não abandonando a faculdade por causa disso.

dV – Em que momento percebeu que estava se encantando pela Odontologia?

Debora: Depois que passei pela disciplina de cirurgia oral, simplesmente me apaixonei pelo assunto. Entrei em estágios dentro de hospitais e aprendi quantas funções tem um dentista;  que ele pode atuar até mesmo dentro de um centro cirúrgico, por toda sua carreira. Além disso, passei a admirar especialidades como prótese e dentística, só bastou conhecê-las.

dV – Que perspectivas vê para seu futuro profissional? Que especialidade irá optar?

Debora: Acredito que me esforcei muito durante o curso, sempre procurando fazer o meu melhor, mesmo na época que ainda estava em dúvida. Espero trabalhar bastante e ganhar experiência como clínico para depois me especializar em prótese e em implante, tornando-me uma profissional cada vez mais bem preparada para atender  meus pacientes.

tab Acompanhei de perto todo o processo que levou Debora a querer sair do curso e, hoje em dia, não mais pensar em escolher outra profissão. Pra mim, o que fica de ensinamento nessa história é que a Odontologia é uma profissão tão ampla, que suas especialidades permitem a identificação de diversos tipos de pessoas, mesmo daquelas que não suportam a idéia de trabalhar durante toda a vida num consultório. Segundo, tudo fica em paz quando estamos seguindo a vontade de Deus. Basta pedir orientação das pessoas certas, e orientação do alto, e tudo irá caminhar pro lado certo, basta confiar =)

.

Você também gostará de:

.

Fecha-se um Ciclo…

.

#Odontoday

.

Cirurgia Ortognática

Anúncios
7 Comentários leave one →
  1. Debora permalink
    13/08/2010 0:12

    Adorei Vitinho!!! Seu blog está lindo e adorei fazer parte dele! rsrs Beijos!

  2. 13/08/2010 4:19

    Esse drama acontece também em outras áreas, e ao meu ver acontece por dois motivos.
    O primeiro é a pressão da família pra que a pessoa siga aquela carreira específica, especialmente se o pai ou a mãe é daquela profissão.
    O segundo é falta de conhecimento mesmo, que faz a gente ficar preso a esteriótipos e acreditar que certas profissões são submissas à outras, quando na verdade são apenas partes diferentes de um todo.
    Excelente você abordar esse tipo de assunto, que pra muita gente acaba na infelicidade de exercer a profissão errada. Profissional insatisfeito é um mau profissional.
    Continue nesse ritmo!

  3. 15/08/2010 19:01

    Posso contar meu ‘causo’? hahaha
    Eu prestei odonto, logo que saí do colegial em 2004, passei e fiquei toda animadinha! A familia do meu ex-namorado é toda formada por dentistas, e bem nessa epoca eu convivia muito com ela e ajudava o pai dele no consultório e ia assistir algumas aulas com a minha cunhada (amava!). Mas, a MINHA familia é da construção civil a ANOS luz na minha cidade, pai construtor, irmão arquiteto…rolou uma pressão de leve e eu honestamente, só lembro da parte em que prestei pra arquitetura em 2005, não consigo lembrar a parte em que eu ‘desisti’ de odonto e optei por arquitetura, segundo Freud (haha, minha psicologa) na época foi um ‘trauma’ tao grande que eu apaguei na memória. Durante os dois primeiros anos da arq eu sofri por essa mudança, vendo meus amigos que tinham escolhido desde sempre a faculdade, super satisfeitos com o curso e eu me matando de estudar e morrendo de dificuldades, por que simplesmente achava que aquilo não era pra mim. Isso foi passando e hoje no ultimo ano, na metade do meu TCC eu ainda encontro graaandes barreiras, mas sabe, valeu a pena não ter desistido! Aprendi a gostar e odonto ficou num lugar especial no coração, mas não na vida, sabe?
    Superei e hoje em dia acho até graça, sempre lembro de um amigo que me consolava dizendo que eu ia ser arquiteta dos dentes, hahahaha!
    Ops, virou DEPOIMENTO! 😛

    Adorei a entrevista e acho que é isso mesmo, dentro de uma area existem TANTAS outras, é importante sempre ter a cabeça aberta e tentar conhecer ao máximo a profissão, pra se encontrar! =)

    Beijos!

    • 15/08/2010 19:52

      Ahh que legal, Ju.. gostei muito de saber um pouco mais de você! Jamais ia imaginar que você quase foi dentista! hehe! Agora você tem um motivo a mais pra continuar visitando este blog! hehehe! E temos uma coisa em comum, também ja quis fazer arquitetura, é um curso que me interessa bastante! Mas como você disse, ficou no coração e não na vida! 😀
      Bjusss!

  4. 17/08/2010 21:15

    Oi, eu de novo!! Seu pedido é uma ordem Victor!!

    Gente, me deu vontade de chorar aqui!! Que linda a história da Débora, acho que persistência é o que leva a perfeição, então, quanto mais persistimos naquilo que gostamos embora as adversidades nos se tornamos superiores! E eu quero me ver assim futuramente!!
    ps: vou fazer a prova no fim do ano Victor, se Deus permitir e Ele vai permitir que eu passe, trarei boas notícias… E meu esforço tem que valer muito a pena!

    Vou deixar uma mensagem para qm for ver os comentários se um dia quiserem entrar numa profissão, ou ingressar na universidade.. que diz assim:

    ” Fale com os outros sobre seus objetivos apenas quando OS TIVER ALCANÇADO. Ainda que as evidências sejam irrefutáveis, você ouvirá frequentemente: ‘Não acredito!’ Se não conseguem acreditar na realidade, imagine com que dificuldade serão capazes de ACREDITAR NO SEU SONHO!”

    É isso gente.. Sucesso p todos nós! =D
    Beijããão Victor, mais uma vez, parabéns pelo documentário!

    • 17/08/2010 22:25

      Que legal, Ju! Adorei o comentario, de novo! Por favor, quero muito que você volte aqui pra dizer que virou caloura da Odonto UFF! Continua estudando, batalhando que você chega lá! Valeu pelas visitas e pela atenção! Bjão!

  5. Simone permalink
    25/08/2010 20:48

    Seu blog está genial! Que matérias interessantes, até parece que puxou a mãe! Kkkkkk…Sucesso, filhão! Vc é dez!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: